Telesila de Argos, a poetisa lírica grega que defendeu Argos

Telesila de Argos, a poetisa lírica grega que defendeu Argos

>

Telesila foi uma poetisa lírica grega que viveu em Argos no século V AEC. Junto com a famosa poetisa Safo, Telesila foi nomeada uma das Nove Poetas Líricas da Grécia e é conhecida tanto por sua poesia lírica (embora apenas dois versos tenham sobrevivido) quanto por sua coragem como defensora de Argos contra Esparta.

De acordo com Plutarco, quando Telesila soube que o exército argivo foi morto por Cleomenes I, rei de Esparta, ela fez com que as mulheres, os jovens e os anciãos de Argos se levantassem em defesa. De acordo com um relato, as mulheres, dirigidas por Telesila, resolveram segurar sua cidade, guarnecendo os muros e arremessando tudo o que pudessem contra os espartanos, e expulsaram Cleomenes com menos homens do que antes! De acordo com Pausanias, Cleomenes tinha três opções; 1- atacar a cidade e ser derrotado pelas mulheres, o que seria a maior desgraça, 2- atacar e derrotar as mulheres, o que seria uma vitória vergonhosa ou 3- sair e salvar a sua honra. Frustrado, Cleomenes escolheu a terceira opção e retirou suas forças. Independentemente de qual história seja verdadeira, Telesilla é lembrada como uma artista talentosa e defensora de Argos.

- ATRIBUIÇÕES -
Você pode encontrar todas as atribuições e créditos para imagens, animações, gráficos e música aqui - https://worldhistory.typehut.com/women-in-history-the-female-greek-lyric-poet-telesilla-of-argos-images -e-atribuições-4573

A música usada nesta gravação é de propriedade intelectual de Michael Levy, um prolífico compositor para as liras recriadas da antiguidade, e usada com a permissão do criador. A música de Michael Levy está disponível para transmissão em todas as principais plataformas de música digital. Saiba mais em:
https://www.ancientlyre.com
https://open.spotify.com/artist/7Dx2vFEg8DmOJ5YCRm4A5v?si=emacIH9CRieFNGXRUyJ9
https://www.youtube.com/channel/UCJ1X6F7lGMEadnNETSzTv8A

- IMAGEM EM MINIATURA -
https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Robert_Fagan_-_The_Muses,_Urania,_Erato_and_Calliope.jpg
Robert Fagan
Art UK
Domínio público


Nascida em Mileto, na Ásia Menor, Aspásia (470-410 aC) foi uma figura importante na Atenas clássica. Embora poucas fontes possam nos contar como ela imigrou para a cidade-estado, ela era conhecida como parceira de Péricles, um estadista local, e mãe de Péricles, o Jovem. Plutarco conta que sua casa em Atenas era um centro intelectual, onde escritores e pensadores proeminentes se reuniam regularmente. Ela teria estabelecido uma escola para meninas, superando as limitações impostas às mulheres.

Nascida em uma rica família ateniense, Agnodice (c. Século 4 aC) foi na verdade a primeira parteira conhecida na história. Sua história é contada pelo autor romano Gaius Julius Hyginus, que conta que ela estudou medicina com Herófilo disfarçado de homem, já que as mulheres não tinham permissão para praticar a medicina. Ela começou a praticar em Atenas ainda disfarçada de homem, e se especializou em ajudar mulheres durante o trabalho de parto, já que os homens muitas vezes se recusavam a fazer isso. Em uma ocasião, ela teve que revelar a uma paciente que era uma mulher para prosseguir. Com ciúmes de seu sucesso entre as mulheres, seus colegas homens a acusaram de seduzir mulheres. Ela foi até julgada e defendida pelas esposas de importantes estadistas de Atenas, e foi absolvida. Graças a ela, a lei contra as médicas que praticam em Atenas foi revogada.


Telesila de argos

RESUMO Este artigo se debruça sobre as nove poetas mulheres da Grécia Antiga. Ao enfocar a poesia praticada por mulheres, busca ampliar a referência principal e mais impactante em nossa tradição, Safo, que é, sim, uma única que conhecemos de uma era, mas não do mundo antigo helênico como um todo. Tal ampliação, com algumas novas traduções, permite refletir sobre a variedade de gêneros poéticos e da temática e linguagem elaboradas, mesmo se de modo limitado, já que as obras de nove Musas mortais estão preservadas em corpora fragmentados e exíguos. Dito isso, o percurso faz-se necessário à apreciação da presença feminina no cenário cultural da Hélade.

RESUMO Este artigo enfoca as nove poetisas da Grécia antiga. Com isso, amplia a visão das poetisas para além da referência principal, Safo, a única que conhecemos da era arcaica, mas do mundo grego antigo. Assim, permite-nos refletir sobre a variedade de gêneros poéticos, temas e linguagens que sua poesia abarca, ainda que sejamos limitados no que podemos dizer pela fragmentação ou escassez de textos preservados nos corpora das nove musas mortais. No entanto, tal revisão delas como aqui proposta, trazendo algumas novas traduções de suas poesias, é relevante para a valorização da presença das mulheres no cenário cultural da Grécia antiga.


Referências

    & # 160 Chisholm, Hugh, ed. (1911). "Telesilla". Encyclopædia Britannica (11ª ed.). Cambridge University Press. & # 160 Este trabalho, por sua vez, cita:
      , Herodotus iv.-vi., eu. 336 Foll. e notas. ii. 20, 8, De Virtut. Mulierum, 8, Stromata, iv. 19, p. & # 160522, Poetae Lyrici Graeci, iii.

    Esta entrada é da Wikipedia, a principal enciclopédia contribuída por usuários. Pode não ter sido revisado por editores profissionais (veja a isenção de responsabilidade completa)


    Telesila: Mulher Argiva, Poeta Guerreira

    “Além do teatro está o santuário de Afrodite. Na frente da fundação está uma estela na qual Telesila, uma poetisa lírica, é retratada. Seus livros são jogados perto de seus pés enquanto ela olha para o capacete que ela segura em sua mão quando ela está prestes a colocá-lo em sua cabeça. Telesila era famosa entre as mulheres e especialmente homenageada por sua poesia.

    Mas uma história maior sobre ela vem de quando os argivos foram derrotados por Kleomenes, filho de Alexandrides e dos lakedaimonianos. Alguns argivos morreram durante a própria batalha e, no entanto, muitos fugiram para o bosque de Ares morreram lá também - a princípio eles deixaram o bosque sob um armistício, mas perceberam que foram enganados e foram queimados com o resto no bosque. Como resultado, Kleomenes levou os espartanos a um Argos privado de homens.

    Mas Telesila postou na muralha da cidade todos os escravos que não podiam portar armas por causa da juventude ou velhice e, depois de coletar quantas armas haviam ficado nas casas ou nos santuários, ela armou todas as mulheres na idade mais forte e assim que ela se armou, eles assumiram os postos onde o exército iria atacar.

    Quando os espartanos se aproximaram e as mulheres não ficaram espantadas com seu grito de guerra, mas esperaram e lutaram bravamente, então os espartanos, porque raciocinaram que se matassem as mulheres, a vitória seria mal divulgada, mesmo que sua própria derrota viria com grande insulto, rendeu-se às mulheres.

    A sacerdotisa Pítia previu essa disputa anteriormente na profecia transmitida por Heródoto, que pode ou não ter entendido (6.77):

    Mas quando a fêmea conquista o macho
    E o afasta e ganha glória para os argivos,
    Isso fará com que muitas mulheres argivas rasguem o rosto.

    Estas são as palavras do oráculo sobre a conquista das mulheres. ”

    ὑπὲρ δὲ τὸ θέατρον Αφροδίτης ἐστὶν ἱερόν, ἔμπροσθεν δὲ τοῦ ἕδους Τελέσιλλα ἡ ποιήσασα τὰ ᾄσματα ἐπείργασται στήλῃ · καὶ βιβλία μὲν ἐκεῖνα ἔρριπταί οἱ πρὸς τοῖς ποσίν, αὐτὴ δὲ ἐς κράνος ὁρᾷ κατέχουσα τῇ χειρὶ καὶ ἐπιτίθεσθαι τῇ κεφαλῇ μέλλουσα. ἦν δὲ ἡ Τελέσιλλα καὶ ἄλλως ἐν ταῖς γυναιξὶν εὐδόκιμος καὶ μᾶλλον ἐτιμᾶτο ἔτι ἐπὶ τῇ ποιήσει. συμβάντος δὲ Αργείοις ἀτυχῆσαι λόγου μειζόνως πρὸς Κλεομένην τὸν Αναξανδρίδου καὶ Λακεδαιμονίους, καὶ τῶν μὲν ἐν αὐτῇ πεπτωκότων τῇ μάχῃ, ὅσοι δὲ ἐς τὸ ἄλσος τοῦ Αργου κατέφευγον διαφθαρέντων καὶ τούτων, τὰ μὲν πρῶτα ἐξιόντων κατὰ ὁμολογίαν, ὡς δὲ ἔγνωσαν ἀπατώμενοι συγκατακαυθέντων τῷ ἄλσει τῶν λοιπῶν, οὕτω τοὺς Λακεδαιμονίους Κλεομένης ἦγεν ἐπὶ ἔρημον ἀνδρῶν τὸ ῎Αργος. Τελέσιλλα δὲ οἰκέτας μὲν καὶ ὅσοι διὰ νεότητα ἢ γῆρας ὅπλα ἀδύνατοι φέρειν ἦσαν, τούτους μὲν πάντας ἀνεβίβασεν ἐπὶ τὸ τεῖχος, αὐτὴ δὲ ὁπόσα ἐν ταῖς οἰκίαις ὑπελείπετο καὶ τὰ ἐκ τῶν ἱερῶν ὅπλα ἀθροίσασα τὰς ἀκμαζούσας ἡλικίᾳ τῶν γυναικῶν ὥπλιζεν, ὁπλίσασα δὲ ἔτασσε κατὰ τοῦτο ᾗ τοὺς πολεμίους προσιόντας ἠπίστατο. ὡς δὲ & ltἐγγὺς & gt ἐγίνοντο οἱ Λακεδαιμόνιοι καὶ αἱ γυναῖκες οὔτε τῷ ἀλαλαγμῷ κατεπλάγησαν δεξάμεναί τε ἐμάχοντο ἐρρωμένως, ἐνταῦθα οἱ Λακεδαιμόνιοι, φρονήσαντες ὡς καὶ διαφθείρασί σφισι τὰς γυναῖκας ἐπιφθόνως τὸ κατόρθωμα ἕξει καὶ σφαλεῖσι μετὰ ὀνειδῶν γενήσοιτο ἡ συμφορά, ὑπείκουσι ταῖς γυναιξί. πρότερον δὲ ἔτι τὸν ἀγῶνα τοῦτον προεσήμηνεν ἡ Πυθία, καὶ τὸ λόγιον εἴτε ἄλλως εἴτε κοεσήμηνεν ἡ Πυθία, καὶ τὸ λόγιον εἴτε ἄλλως εἴτε κοδ ὡενενεν

    ἀλλ & # 8217 ὅταν ἡ θήλεια τὸν ἄρρενα νικήσασα
    ἐξελάσῃ καὶ κῦδος ἐν ᾿Αργείοισιν ἄρηται,
    πολλὰς ᾿Αργείων ἀμφιδρυφέας τότε θήσει.

    τὰ μὲν ἐς τὸ ἔργον τῶν γυναικῶν ἔχοντα τοῦ χρησμοῦ ταῦτα ἦν ·

    Plutarco, Sobre as virtudes das mulheres 245d-f6 relata uma versão deste conto que o Suda (s.v. Telesilla) provavelmente leva seu relato de Pausanias.

    “Telesila, uma poetisa. Em uma estela, seus livros são jogados ao redor e ela colocou um capacete na cabeça. E quando os lakedaimonianos massacraram os argivos que haviam fugido para um santuário e se dirigiam à cidade para saqueá-lo, Telesila armou as mulheres da idade certa e as colocou contra o local onde estavam marchando. Quando os lakedaimonianos viram isso, eles voltaram porque acreditavam que seria vergonhoso lutar contra as mulheres que seria inglório conquistar, mas uma grande reprovação ser derrotado por & # 8230. ” [o oráculo está listado a seguir ”

    Τελέσιλλα, ποιήτρια. ἐπὶ στήλης τὰ μὲν βιβλία ἀπωνριπτε, κράνος δὲ τῇ κεφαλῇ περιέθηκε. καὶ γὰρ ὅτε Λακεδαιμόνιοι τοὺς ἐν τῷ ἱερῷ τοῦ Αργους καταφυγόντας διέφθειρον καὶ πρὸς τὴν πόλιν ᾔεσαν ὡς αἱρήσοντες, τότε Τελέσιλλα τὰς ἐν ἡλικίᾳ γυναῖκας ὁπλίσασα ὑπήντησεν οἷ προσῄεσαν. ὅπερ ἰδόντες οἱ Λακεδαιμόνιοι ἐς τοὐπίσω ὑπέστρεψαν, αἰσχρὸν νομίσαντες γυναιξὶ πολεμεῖν, ἃς καὶ τὸ νικᾶν ἄδοξον καὶ ἡττᾶσθαι μέγα ὄνειδος. ἐς τοῦτο καὶ ὁ χρησμὸς πεπλήρωτο, Αργείοις λέγων · ἀλλ & # 8217 ὅταν ἡ θήλεια τὸν ἄρρενα νικήσασα ἐξελάσῃ καὶ κῦδος Αργείοισιν ἄρηται, πολλὰς Αργείων ἀμφιδρυφέας τότε θήσει.

    Os fragmentos existentes de Telesilla não são muito para trabalhar (cada linha é um fragmento separado:


    Telesila: Mulher Argiva, Poeta Guerreira

    “Além do teatro está o santuário de Afrodite. Na frente da fundação está uma estela na qual Telesila, uma poetisa lírica, é retratada. Seus livros são jogados perto de seus pés enquanto ela olha para o capacete que ela segura em sua mão quando ela está prestes a colocá-lo em sua cabeça. Telesila era famosa entre as mulheres e especialmente homenageada por sua poesia.

    Mas uma história maior sobre ela vem de quando os argivos foram derrotados por Kleomenes, filho de Alexandrides e dos lakedaimonianos. Alguns argivos morreram durante a própria batalha e, no entanto, muitos fugiram para o bosque de Ares morreram lá também - a princípio eles deixaram o bosque sob um armistício, mas perceberam que foram enganados e foram queimados com o resto no bosque. Como resultado, Kleomenes levou os espartanos a um Argos privado de homens.

    Mas Telesila postou na muralha da cidade todos os escravos que não podiam portar armas por causa da juventude ou velhice e, depois de coletar quantas armas haviam ficado nas casas ou nos santuários, ela armou todas as mulheres na idade mais forte e assim que ela se armou, eles assumiram os postos onde o exército iria atacar.

    Quando os espartanos se aproximaram e as mulheres não ficaram maravilhadas com seu grito de guerra, mas esperaram e lutaram bravamente, então os espartanos, porque raciocinaram que se matassem as mulheres, a vitória seria mal divulgada, mesmo que sua própria derrota viria com grande insulto, rendeu-se às mulheres.

    A sacerdotisa de Pítia previu esta disputa anteriormente na profecia transmitida por Heródoto, que pode ou não ter entendido (6.77):

    Mas quando a fêmea conquista o macho
    E o afasta e ganha glória para os argivos,
    Isso fará com que muitas mulheres argivas rasguem o rosto.

    Estas são as palavras do oráculo sobre a conquista das mulheres. ”

    ὑπὲρ δὲ τὸ θέατρον Αφροδίτης ἐστὶν ἱερόν, ἔμπροσθεν δὲ τοῦ ἕδους Τελέσιλλα ἡ ποιήσασα τὰ ᾄσματα ἐπείργασται στήλῃ · καὶ βιβλία μὲν ἐκεῖνα ἔρριπταί οἱ πρὸς τοῖς ποσίν, αὐτὴ δὲ ἐς κράνος ὁρᾷ κατέχουσα τῇ χειρὶ καὶ ἐπιτίθεσθαι τῇ κεφαλῇ μέλλουσα. ἦν δὲ ἡ Τελέσιλλα καὶ ἄλλως ἐν ταῖς γυναιξὶν εὐδόκιμος καὶ μᾶλλον ἐτιμᾶτο ἔτι ἐπὶ τῇ ποιήσει. συμβάντος δὲ Αργείοις ἀτυχῆσαι λόγου μειζόνως πρὸς Κλεομένην τὸν Αναξανδρίδου καὶ Λακεδαιμονίους, καὶ τῶν μὲν ἐν αὐτῇ πεπτωκότων τῇ μάχῃ, ὅσοι δὲ ἐς τὸ ἄλσος τοῦ Αργου κατέφευγον διαφθαρέντων καὶ τούτων, τὰ μὲν πρῶτα ἐξιόντων κατὰ ὁμολογίαν, ὡς δὲ ἔγνωσαν ἀπατώμενοι συγκατακαυθέντων τῷ ἄλσει τῶν λοιπῶν, οὕτω τοὺς Λακεδαιμονίους Κλεομένης ἦγεν ἐπὶ ἔρημον ἀνδρῶν τὸ ῎Αργος. Τελέσιλλα δὲ οἰκέτας μὲν καὶ ὅσοι διὰ νεότητα ἢ γῆρας ὅπλα ἀδύνατοι φέρειν ἦσαν, τούτους μὲν πάντας ἀνεβίβασεν ἐπὶ τὸ τεῖχος, αὐτὴ δὲ ὁπόσα ἐν ταῖς οἰκίαις ὑπελείπετο καὶ τὰ ἐκ τῶν ἱερῶν ὅπλα ἀθροίσασα τὰς ἀκμαζούσας ἡλικίᾳ τῶν γυναικῶν ὥπλιζεν, ὁπλίσασα δὲ ἔτασσε κατὰ τοῦτο ᾗ τοὺς πολεμίους προσιόντας ἠπίστατο. ὡς δὲ & ltἐγγὺς & gt ἐγίνοντο οἱ Λακεδαιμόνιοι καὶ αἱ γυναῖκες οὔτε τῷ ἀλαλαγμῷ κατεπλάγησαν δεξάμεναί τε ἐμάχοντο ἐρρωμένως, ἐνταῦθα οἱ Λακεδαιμόνιοι, φρονήσαντες ὡς καὶ διαφθείρασί σφισι τὰς γυναῖκας ἐπιφθόνως τὸ κατόρθωμα ἕξει καὶ σφαλεῖσι μετὰ ὀνειδῶν γενήσοιτο ἡ συμφορά, ὑπείκουσι ταῖς γυναιξί. πρότερον δὲ ἔτι τὸν ἀγῶνα τοῦτον προεσήμηνεν ἡ Πυθία, καὶ τὸ λόγιον εἴτε ἄλλως εἴτε κοεσήμηνεν ἡ Πυθία, καὶ τὸ λόγιον εἴτε ἄλλως εἴτε κοδ ὡενενεν

    ἀλλ & # 8217 ὅταν ἡ θήλεια τὸν ἄρρενα νικήσασα
    ἐξελάσῃ καὶ κῦδος ἐν ᾿Αργείοισιν ἄρηται,
    πολλὰς ᾿Αργείων ἀμφιδρυφέας τότε θήσει.

    τὰ μὲν ἐς τὸ ἔργον τῶν γυναικῶν ἔχοντα τοῦ χρησμοῦ ταῦτα ἦν ·

    Plutarco, Sobre as virtudes das mulheres 245d-f6 relata uma versão deste conto que o Suda (s.v. Telesilla) provavelmente leva seu relato de Pausanias.

    “Telesila, uma poetisa. Em uma estela, seus livros são jogados ao redor e ela colocou um capacete na cabeça. E quando os lakedaimonianos massacraram os argivos que haviam fugido para um santuário e se dirigiam à cidade para saqueá-lo, Telesila armou as mulheres da idade certa e as colocou contra o local onde estavam marchando. Quando os lakedaimonianos viram isso, eles voltaram porque acreditavam que era vergonhoso lutar contra mulheres que seria inglório conquistar, mas uma grande reprovação ser derrotado por & # 8230. ” [o oráculo é listado a seguir ”

    Τελέσιλλα, ποιήτρια. ἐπὶ στήλης τὰ μὲν βιβλία ἀπωνριπτε, κράνος δὲ τῇ κεφαλῇ περιέθηκε. καὶ γὰρ ὅτε Λακεδαιμόνιοι τοὺς ἐν τῷ ἱερῷ τοῦ Αργους καταφυγόντας διέφθειρον καὶ πρὸς τὴν πόλιν ᾔεσαν ὡς αἱρήσοντες, τότε Τελέσιλλα τὰς ἐν ἡλικίᾳ γυναῖκας ὁπλίσασα ὑπήντησεν οἷ προσῄεσαν. ὅπερ ἰδόντες οἱ Λακεδαιμόνιοι ἐς τοὐπίσω ὑπέστρεψαν, αἰσχρὸν νομίσαντες γυναιξὶ πολεμεῖν, ἃς καὶ τὸ νικᾶν ἄδοξον καὶ ἡττᾶσθαι μέγα ὄνειδος. ἐς τοῦτο καὶ ὁ χρησμὸς πεπλήρωτο, Αργείοις λέγων · ἀλλ & # 8217 ὅταν ἡ θήλεια τὸν ἄρρενα νικήσασα ἐξελάσῃ καὶ κῦδος Αργείοισιν ἄρηται, πολλὰς Αργείων ἀμφιδρυφέας τότε θήσει.

    Os fragmentos existentes de Telesilla não são muito para trabalhar (cada linha é um fragmento separado:


    Telesila: Mulher Argiva, Poeta Guerreira

    “Além do teatro está o santuário de Afrodite. Na frente da fundação está uma estela na qual Telesila, uma poetisa lírica, é retratada. Seus livros são jogados perto de seus pés enquanto ela olha para o capacete que ela segura em sua mão quando ela está prestes a colocá-lo em sua cabeça. Telesila era famosa entre as mulheres e especialmente homenageada por sua poesia.

    Mas uma história maior sobre ela vem de quando os argivos foram derrotados por Kleomenes, filho de Alexandrides e dos lakedaimonianos. Alguns argivos morreram durante a própria batalha e, no entanto, muitos fugiram para o bosque de Ares morreram lá também - a princípio eles deixaram o bosque sob um armistício, mas perceberam que foram enganados e foram queimados com o resto no bosque. Como resultado, Kleomenes levou os espartanos a um Argos privado de homens.

    Mas Telesila postou na muralha da cidade todos os escravos que não podiam portar armas por causa da juventude ou velhice e, depois de coletar quantas armas haviam ficado nas casas ou nos santuários, ela armou todas as mulheres na idade mais forte e assim que ela se armou, eles assumiram os postos onde o exército iria atacar.

    Quando os espartanos se aproximaram e as mulheres não ficaram maravilhadas com seu grito de guerra, mas esperaram e lutaram bravamente, então os espartanos, porque raciocinaram que se matassem as mulheres, a vitória seria mal divulgada, mesmo que sua própria derrota viria com grande insulto, rendeu-se às mulheres.

    A sacerdotisa de Pítia previu essa disputa anteriormente na profecia transmitida por Heródoto, que pode ou não ter entendido (6.77):

    Mas quando a fêmea conquista o macho
    E o afasta e ganha glória para os argivos,
    Isso fará com que muitas mulheres argivas rasguem o rosto.

    Estas são as palavras do oráculo sobre a conquista das mulheres. ”

    ὑπὲρ δὲ τὸ θέατρον Αφροδίτης ἐστὶν ἱερόν, ἔμπροσθεν δὲ τοῦ ἕδους Τελέσιλλα ἡ ποιήσασα τὰ ᾄσματα ἐπείργασται στήλῃ · καὶ βιβλία μὲν ἐκεῖνα ἔρριπταί οἱ πρὸς τοῖς ποσίν, αὐτὴ δὲ ἐς κράνος ὁρᾷ κατέχουσα τῇ χειρὶ καὶ ἐπιτίθεσθαι τῇ κεφαλῇ μέλλουσα. ἦν δὲ ἡ Τελέσιλλα καὶ ἄλλως ἐν ταῖς γυναιξὶν εὐδόκιμος καὶ μᾶλλον ἐτιμᾶτο ἔτι ἐπὶ τῇ ποιήσει. συμβάντος δὲ Αργείοις ἀτυχῆσαι λόγου μειζόνως πρὸς Κλεομένην τὸν Αναξανδρίδου καὶ Λακεδαιμονίους, καὶ τῶν μὲν ἐν αὐτῇ πεπτωκότων τῇ μάχῃ, ὅσοι δὲ ἐς τὸ ἄλσος τοῦ Αργου κατέφευγον διαφθαρέντων καὶ τούτων, τὰ μὲν πρῶτα ἐξιόντων κατὰ ὁμολογίαν, ὡς δὲ ἔγνωσαν ἀπατώμενοι συγκατακαυθέντων τῷ ἄλσει τῶν λοιπῶν, οὕτω τοὺς Λακεδαιμονίους Κλεομένης ἦγεν ἐπὶ ἔρημον ἀνδρῶν τὸ ῎Αργος. Τελέσιλλα δὲ οἰκέτας μὲν καὶ ὅσοι διὰ νεότητα ἢ γῆρας ὅπλα ἀδύνατοι φέρειν ἦσαν, τούτους μὲν πάντας ἀνεβίβασεν ἐπὶ τὸ τεῖχος, αὐτὴ δὲ ὁπόσα ἐν ταῖς οἰκίαις ὑπελείπετο καὶ τὰ ἐκ τῶν ἱερῶν ὅπλα ἀθροίσασα τὰς ἀκμαζούσας ἡλικίᾳ τῶν γυναικῶν ὥπλιζεν, ὁπλίσασα δὲ ἔτασσε κατὰ τοῦτο ᾗ τοὺς πολεμίους προσιόντας ἠπίστατο. ὡς δὲ & ltἐγγὺς & gt ἐγίνοντο οἱ Λακεδαιμόνιοι καὶ αἱ γυναῖκες οὔτε τῷ ἀλαλαγμῷ κατεπλάγησαν δεξάμεναί τε ἐμάχοντο ἐρρωμένως, ἐνταῦθα οἱ Λακεδαιμόνιοι, φρονήσαντες ὡς καὶ διαφθείρασί σφισι τὰς γυναῖκας ἐπιφθόνως τὸ κατόρθωμα ἕξει καὶ σφαλεῖσι μετὰ ὀνειδῶν γενήσοιτο ἡ συμφορά, ὑπείκουσι ταῖς γυναιξί. πρότερον δὲ ἔτι τὸν ἀγῶνα τοῦτον προεσήμηνεν ἡ Πυθία, καὶ τὸ λόγιον εἴτε ἄλλως εἴτε κοεσήμηνεν ἡ Πυθία, καὶ τὸ λόγιον εἴτε ἄλλως εἴτε κοδ ὡενενεν

    ἀλλ & # 8217 ὅταν ἡ θήλεια τὸν ἄρρενα νικήσασα
    ἐξελάσῃ καὶ κῦδος ἐν ᾿Αργείοισιν ἄρηται,
    πολλὰς ᾿Αργείων ἀμφιδρυφέας τότε θήσει.

    τὰ μὲν ἐς τὸ ἔργον τῶν γυναικῶν ἔχοντα τοῦ χρησμοῦ ταῦτα ἦν ·

    Plutarco, Sobre as virtudes das mulheres 245d-f6 relata uma versão desse conto que o Suda (s.v. Telesilla) provavelmente leva seu relato de Pausanias.

    “Telesila, uma poetisa. Em uma estela, seus livros são jogados ao redor e ela colocou um capacete na cabeça. E quando os lakedaimonianos massacraram os argivos que haviam fugido para um santuário e se dirigiam à cidade para saqueá-lo, Telesila armou as mulheres da idade certa e as colocou contra o local onde estavam marchando. Quando os lakedaimonianos viram isso, eles voltaram porque acreditavam que era vergonhoso lutar contra mulheres que seria inglório conquistar, mas uma grande reprovação ser derrotado por & # 8230. ” [o oráculo é listado a seguir ”

    Τελέσιλλα, ποιήτρια. ἐπὶ στήλης τὰ μὲν βιβλία ἀπωνριπτε, κράνος δὲ τῇ κεφαλῇ περιέθηκε. καὶ γὰρ ὅτε Λακεδαιμόνιοι τοὺς ἐν τῷ ἱερῷ τοῦ Αργους καταφυγόντας διέφθειρον καὶ πρὸς τὴν πόλιν ᾔεσαν ὡς αἱρήσοντες, τότε Τελέσιλλα τὰς ἐν ἡλικίᾳ γυναῖκας ὁπλίσασα ὑπήντησεν οἷ προσῄεσαν. ὅπερ ἰδόντες οἱ Λακεδαιμόνιοι ἐς τοὐπίσω ὑπέστρεψαν, αἰσχρὸν νομίσαντες γυναιξὶ πολεμεῖν, ἃς καὶ τὸ νικᾶν ἄδοξον καὶ ἡττᾶσθαι μέγα ὄνειδος. ἐς τοῦτο καὶ ὁ χρησμὸς πεπλήρωτο, Αργείοις λέγων · ἀλλ & # 8217 ὅταν ἡ θήλεια τὸν ἄρρενα νικήσασα ἐξελάσῃ καὶ κῦδος Αργείοισιν ἄρηται, πολλὰς Αργείων ἀμφιδρυφέας τότε θήσει.

    Os fragmentos existentes de Telesilla não são muito para trabalhar (cada linha é um fragmento separado:


    Quarta-feira & # 8217s Wise Women & # 8230 An Ancient Greek Lyric Poet

    para as mulheres vestidas de branco de Tanagra
    e a cidade ficou muito contente
    na minha voz, clara como a andorinha & # 8217s.

    Corinna, uma poetisa lírica da Grécia Antiga, nasceu, acredita-se em maio, alguns anos antes de seu aluno Pinder, que nasceu em 522 aC. Ela era filha de Acheloodorus e Procastia de Tebas ou Tanagra. Ela foi uma das quatro poetisas que conhecemos sobre viver na Idade Clássica. Primeiro, Myrtis ‘& # 8230 e a doce Myrtis, todas artesãs de páginas imortais’, acredita-se que ela foi a professora de Corinna. Então, Praxilla e Telesilla sobrevivem em algumas linhas dispersas. Todos ganharam reputações consideráveis ​​durante sua época e depois. Plutarco, c. 46 - 120 DC, um historiador, biógrafo e ensaísta grego referindo-se a belos feitos de mulheres escreve sobre Telesila, a poetisa que instou as mulheres a lutarem contra os Cleomenes pela posse de Argos. Eusébio canta os louvores do poeta lírico Praxilla (Blundell 1995)
    Diz-se que Corinna derrotou Píndaro em competições de poesia e, como resultado, Píndaro a chamou de porca. Foi sugerido por Pausânias (uma geógrafa do século 2 dC) que seu sucesso se devia à sua beleza e ao uso do dialeto boético local, diferente dos poemas dóricos de Píndaro. Corinna foi crítica do trabalho de Píndaro, ela os descreveu como sendo um embelezamento com palavras raras, paráfrases, melodias e ritmos. Em vingança, ele escreveu a famosa canção 'Devemos cantar de Ismeno ou de Mekia ou Cadnus de roqueira dourada ou da raça sagrada dos homens semeados ou de Tebe enredado escuro ou o poder todo ousado de Hércules ou a honra gloriosa de Dioniso ...' a Corinna ela riu e disse que se deve semear com a mão e não com o saco inteiro. Pois Píndaro havia misturado diferentes mitos em uma única música.
    Como o único poeta lírico de Tebas, o túmulo de Corinna está colocado em parte conspícua da cidade e Pausânias diz em seu Descrição da Grécia no ginásio, há uma pintura dela amarrando os cabelos com uma fita para marcar a vitória que conquistou sobre Píndaro. (Campbell 1992)
    É triste que pouco de seu trabalho sobreviva, mas não é surpreendente, pois a maioria das pesquisas modernas mostra que as conquistas das mulheres têm sido negligenciadas em uma sociedade continuamente dominada pelos homens.

    Blundell, S. (1995). Mulheres na Grécia Antiga, London British Museum.

    Campbell, D. A. (1992). Letra grega: 4. Bacchylides, Corinna e outros. Londres, Harvard University Press.


    Resenha de livro: & # 8220The Firebrand & # 8221 por Marion Zimmer Bradley

    Fãs de Tas névoas de Avalon não ficará desapontado com o romance menos conhecido de Marion Zimmer Bradley sobre a Guerra de Tróia, The Firebrand. Com a sacerdotisa e profetisa Cassandra como personagem principal, Bradley pinta um quadro impressionante da vida em Tróia durante o cerco grego. Cassandra é muito difamada por sua família real por suas profecias de destruição, e é vista como uma estranha, apesar de ser uma princesa, filha do rei Príamo. E apesar de seu papel como sacerdotisa do Deus Sol Apolo, ela é assombrada por dúvidas sobre os poderes e motivos & # 8212 e até mesmo a própria existência & # 8212 dos deuses e deusas.

    Através dos olhos de Cassandra, vemos os grandes heróis de A Ilíada não como Homero os revelou, mas como talvez uma irmã os tivesse visto. Hector é ousado e um tanto valentão, como um irmão mais velho deve ser. Paris é arrogante e egoísta, como um homem que foge com a mulher de outro pode ser. Existem ecos de As Brumas de Avalon aqui as mulheres - Helen, Andromache e Kassandra & # 8212 assumem os papéis principais, enquanto os homens são os personagens mais fracos.

    Aquiles, um dos maiores heróis da literatura ocidental, é visto no romance pelo que provavelmente teria sido - um sociopata e um bruto. Enquanto Homer parece se deliciar com a busca de Aquiles pela glória no campo de batalha, Bradley nos mostra as atrocidades que o homem cometeu pelo que realmente teriam sido - as ações de um homem sem consciência ou consideração pela decência humana.

    Com o papel de Cassandra como sacerdotisa, a religião desempenha um papel importante no romance. Como com A Névoa de Avalon, Bradley presta muita atenção à figura da “deusa” em seu trabalho. Por meio de vários de seus personagens, incluindo a rainha guerreira amazona e a rainha da cidade de Cólquida, ela afirma que a Deusa veio antes dos deuses e que as mulheres governaram antes dos homens. Este é o tema da assinatura de Bradley, e se desenrola um pouco mais pesado em Tição do que em As Brumas de Avalon.

    O romance é incrivelmente bem pesquisado, baseando-se não apenas em A Ilíada, mas o Odisséia, o Orestia, As mulheres troianas, A Eneida, e muito da mitologia grega tradicional, também. Os fãs da história e mitologia grega, bem como de outros trabalhos de Bradley, encontrarão muito para desfrutar The Firebrand.

    Compartilhar isso:

    Assim:


    History of baskets

    • Even though Athenian women mostly get married by the age of fourteen to sixteen whereas Sparta women marry at the age of eighteen, each Athenian and Sparta’s marriage have been organized by their fathers.
    • Moreover, the ladies may even take roles in any sort of check that used power as the lads could.
    • While girls’s adoption of the veil supported the male ideology that advocated feminine subordination, veiling additionally endowed women with a certain diploma of authority by allowing them to say each respectability and assert their own place in the social hierarchy.
    • Yet they weren’t thought-about to be a member of their husbands’ households till they gave delivery to their first child.
    • Whether these photographs characterize an actual ritual is open to query, however they do counsel that ladies gathered in groups to have fun deities and cults outside of the official polis context.

    For the one in a position to see along with his mind is, by nature, the ruler and master, and the one capable of work along with her physique is, by nature, ruled and a slave” (Aristotle, Politics, 1252a). Here, Aristotle attributes the origin of the ruler-dominated relationship between men and women to the frequent advantage of each. This additionally further reinforces the notion that ladies were dependent upon their husbands and unable to reside on their own.

    I will discuss the delivery of daughters, their infancy and girlhood, their function in ritual and faith, and their preparation for marriage. is a Greek businesswoman. She was born in 1955 and became internationally identified for being the president of the bidding and organizing committee for the 2004 Summer Olympic Games in Athens. She was named one of many 50 most powerful ladies by Forbes magazine.

    “Women and Marriage in Ancient Rome,” Chapter 1 Jane Bingham,The Usborne Internet-Linked Encyclopedia of The Roman World (Usborne, 2002), page 48. Rawson, Children and Childhood in Roman Italy, p. 128, citing Persius 2.70 and the associated scholion, and p. forty eight on Diana. Rome lacked the frilly puberty rites for ladies that were practiced in historical Greece (p. 145). A native of Argos, Telesilla (c. 510 BCE), was a distinguished lyric poet, thought-about one of the 9 Female Lyric Poets of Greece by Antipater of Thesalonike. As she was constantly sick as a younger lady, she consulted an oracle, who informed her to dedicate her life to the Muses.

    Again frequent to most ancient cultures where agriculture was crucial to the community, female fertility goddesses have been extremely essential and notably commemorated – Demeter and Persephone being essentially the most revered for the Greeks. …11 Now the Bereans have been extra noble-minded than the Thessalonians, for they obtained the message with nice eagerness and examined the Scriptures daily to see if these teachings had been true.

    Greek Women’s Society of S.A. O “Taxiarchis” Inc.

    Women had been merely one thing attached to the family and had been effectively transferred from the administration of their fathers to the administration of their new husbands. As such, they were restricted in what they could do and even own. As with most areas of historic history, we are able to solely generalize from restricted available material in regards to the place of women in Archaic Greece.


    Assista o vídeo: Legion - Demon Hunter Cinematic #2